Case de Sucesso: Apartamento no Brooklin-SP

Por 7 de maio de 2018Sem categoria

A realização deste projeto no Brooklin foi extremamente satisfatória para o nosso o escritório. Ficamos bastante felizes com o resultado final do nosso trabalho. Sendo que isso se deve a diversos aspectos muito interessantes sobre esse projeto. Por isso, resolvemos usá-lo como um case de sucesso. 

Apresentaremos abaixo alguns dos fatores que nos levaram a considerar esse projeto um grande sucesso. Confira!

Criação de um novo (e amplo) ambiente

Um dos aspectos mais interessantes desse projeto, localizado no 29º andar de um prédio no Brooklin, foi o fato de termos criado um novo ambiente. No caso, um mezanino, que aumentou o tamanho do imóvel em 30 metros quadrados, valorizando-o de forma considerável. A construção do mezanino e também da escada foi um projeto nosso. Sendo que ele acabou deixando o apartamento bem diferenciado em relação às outras unidades do prédio.

Vale destacar que o ganho de área proporcionado pela construção do mezanino foi algo bastante relevante para o briefing que havíamos recebido do cliente, pois tinha sido indicada a necessidade de haver um ambiente para um Home Theater. E, sem o mezanino, seria complicado atender a essa demanda.

Também foi criada, no mezanino, uma área de Home Office e uma de estudos para a filha do casal. Sobre isso, por sinal, é interessante destacar que nós integramos o espaço de trabalho do pai com o espaço de estudos da filha, o que criou um ambiente de convivência muito interessante.

Concepção de ambientes mais aconchegantes

Toda a área social do apartamento tinha o pé direito duplo. Com a criação do mezanino de 30 metros quadrados, o ambiente da Sala de Estar, posicionado abaixo do mezanino ficou mais aconchegante. Conseguimos também manter no apartamento o charme do pé-direito duplo e optamos por deixá-lo na sala de jantar, que é um ambiente que exige, por exemplo, a utilização de luminárias pendentes mais charmosas. Ou seja, conseguimos aliar aconchego em lugares que demandam isso, com o charme do pé-direito duplo em um local adequado a essa característica.

Com isso, podemos dizer que o mezanino criou uma proporção mais interessante para o apartamento. Por existirem ambientes com e sem pé-direito duplo, conseguimos “brincar” com os cheios e vazios de maneira bastante interessante.

Posicionamento da escada

Outro aspecto interessante sobre esse projeto foi a forma como posicionamos a escada no layout. Em outras unidades do prédio, ela era posicionada em locais que acabavam gerando uma perda de espaço na sala.

Já no caso do nosso projeto, posicionamos a escada inclusive de modo que pudéssemos viabilizar uma demanda presente no briefing, que era a construção de um bar para o casal receber os amigos. Projetamos a escada estrategicamente para que, abaixo do quinto degrau, fossem colocadas uma adega e uma cervejeira. Assim, viabilizamos de maneira mais prática a criação do ambiente (bar) solicitado pelo cliente exatamente onde ele queria.

Ainda sobre a escada, vale destacar que ela é bastante escultórica, com degraus em balanço e guarda-corpo de vidro. Isso, além de deixar a escada muito bonita, passa a sensação de que cada degrau está flutuando. Outro ponto de destaque é o quinto degrau, no qual foi utilizado um revestimento diferente. Assim, além de se destacar dos outros, esse degrau serviu como ponto de referência para a colocação da adega e da cervejeira.

Utilização de diversas peças de design assinado

Uma característica muito bacana desse projeto foi a utilização de várias peças de design assinado. E com muito design brasileiro. Abaixo estão listadas algumas das peças que usamos e seus respectivos designs:

  • Poltronas de balanço (Jader Almeida);
  • Luminárias da sala de jantar (Claudia Troncon);
  • Poltronas (Sergio Rodrigues);
  • Quadros (Fernanda Naman).

Uso de cores e madeira específicas

A maneira como utilizamos as cores, focando em uma monocromia de cinzas (no piso, nas paredes e nos tecidos dos móveis), deu um ar minimalista a esse projeto, deixando-o com uma característica singular.

Além disso, optamos pela utilização da madeira nogueira em diversas partes. E isso foi responsável por deixar os ambientes mais aconchegantes e com uma expressão leve, visualmente falando.

Destaque para o quarto da filha do casal

Para o quarto da filha do casal, utilizamos um conceito voltado ao desenvolvimento da criança. Isso envolve diversos detalhes, como a colocação de um espelho na frente da cama (para ajudar a criança a se reconhecer) e a realização de um planejamento específico das alturas dos móveis e das tomadas (para dar autonomia à criança no seu ambiente).

Também usamos um mix de cores (verde água, amarelo bebê, rosa nude…) para deixar o quarto com um ar infantil. Colocamos também uma árvore na qual a criança pode pendurar objetos e projetamos luminárias no formato de nuvem. Graças a todos esses detalhes, o quarto ficou bastante lúdico. Assim, a criança pode se divertir com os seus brinquedos e também com a própria arquitetura do seu quarto.

Projeto de marcenaria especial

Especialmente nas áreas sociais do apartamento, o projeto de marcenaria (tanto o planejamento como a execução) ficou muito especial. Pensamos tudo detalhadamente, desde a utilização de portas camufladas, passando pela integração das estantes com as portas, até o uso, no Home Theater, de estantes de finíssima espessura encaixadas no painel.

Sobre esse último detalhe, por sinal, vale ressaltar que as estantes com essa característica imprimem um conceito muito contemporâneo ao projeto, já que elas passaram a ser mais utilizadas aqui no Brasil recentemente.

Conclusão

Como foi possível acompanhar, esse apartamento no Brooklin teve muitas peculiaridades e aspectos interessantes. Foi um desafio e, ao mesmo tempo, um grande prazer desenvolvê-lo. E como o resultado final foi bastante satisfatório, tanto para o escritório quanto para o cliente, ele realmente merecia ser apresentado como um case de sucesso.

Deixe um comentário