Cozinha Americana e Sala de Estar: Como Integrá-las no Projeto de Arquitetura?

Por 7 de maio de 2018Sem categoria
cozinha americana

Como fazer a integração de dois ambientes é uma dúvida bastante frequente em relação aos projetos de arquitetura. Sendo que, em muitos casos, isso se refere a dois cômodos específicos: a cozinha americana e a sala de estar. E a explicação para isso está no fato de que esses dois ambientes têm grande relevância para muitas pessoas. Até porque, eles são utilizados, por exemplo, para receber visitas e realizar jantares e comemorações com amigos e familiare

Por isso, mostrarei a seguir alguns aspectos que devem ser levados em consideração no projeto de arquitetura para integrar a cozinha americana e a sala de estar adequadamente. Confira atentamente e veja o que se deve fazer para deixar esses dois ambientes em perfeita harmonia!

É necessário pensar nos dois ambientes como um todo

Em um projeto no qual a cozinha americana e a sala de estar devem ser integradas, é essencial que os dois ambientes sejam pensados como um todo. É pouco provável que haja uma perfeita harmonização se os aspectos de cada um deles forem planejados isoladamente. Desse modo, é fundamental pensar de forma unificada os mais diversos fatores referentes aos dois cômodos, tais como:

  • Os revestimentos;
  • A composição;
  • As proporções;
  • E as alturas.

Quando essas questões são planejadas de forma conjunta, as chances de a integração ficar realmente boa aumentam consideravelmente. Por outro lado, se você decidir usar na cozinha um revestimento que é do seu agrado, mas sem levar em consideração o que tem na sala, é grande a probabilidade de haver uma desarmonia. Ou seja, para acontecer uma boa integração, é provável que, ao decidir por um determinado revestimento para cozinha, você tenha que abrir mão de alguma característica na sala.

Sendo que o inverso também é verdadeiro. É inadequado, por exemplo, colocar um tapete estampado na sala, se o revestimento da cozinha tiver uma estampa totalmente diferente. O ideal é que, se forem colocadas por exemplo cadeiras em tonalidade de cinza na sala, a cozinha americana também tenha elementos, como por exemplo os armários em fórmica  com essa tonalidade. São cuidados desse tipo que geram uma integração eficiente entre os dois ambientes.

Elementos desarmônicos devem ser excluídos (ou camuflados) da cozinha americana

Móveis, acessórios e itens de decoração que ficarem desarmônicos com o restante do ambiente devem ser excluídos, embutidos ou camuflados . Seja em relação à uniformidade de uma parede ou para não fugir do padrão de tonalidade do projeto de arquitetura, há elementos que podem ser eliminados da composição dos ambientes ou camuflados para não ficarem visíveis.

Recentemente, desenvolvemos aqui no escritório um projeto no qual nos deparamos com uma situação assim. Uma cozinha tinha uma coifa que gerava certa desarmonia com o restante do ambiente. Diante disso, optamos por embuti-la no armário. Assim, a parede onde ela estava ficou com mais uniformidade. Além disso, a cozinha americana ficou mais harmônica em relação à sala.

Pode-se pensar em maneiras de deixar os ambientes opcionalmente integrados

Quando o espaço disponível viabiliza isso, é interessante deixar a cozinha e a sala de estar opcionalmente integradas. Isso quer dizer que podem ser colocadas, por exemplo, portas de correr na cozinha americana.

Desse modo, torna-se possível deixar os dois ambientes integrados quando as portas estiverem abertas. Mas também, caso seja necessário ter mais privacidade na cozinha, existe a possibilidade de fechá-las, separando os dois cômodos.

Conclusão

Atentando-se para os aspectos mencionados, é possível desenvolver um projeto de arquitetura que proporcione uma perfeita integração entre a cozinha americana e a sala de estar. Por isso, não deixe de levar essas questões em consideração no seu próximo projeto que envolva a integração desses ambientes. Isso certamente fará a diferença no resultado final e na sua satisfação.

Deixe um comentário